• Nutri√ß√£o Cl√≠nica
  • Psicologia Cl√≠nica | Neuropsicologia | Media√ß√£o Familiar | Nutri√ß√£o Cl√≠nica | Terapia da Fala Especialidades
  • Psicologia Cl√≠nica
  • Terapia da Fala
  • Neuropsicologia
  • Media√ß√£o Familiar

  CONSULTA DE PSICOLOGIA CL√ćNICA

 


                                                                                          Psicoterapia


"O processo din√Ęmico ‚Äď relacional est√° centrado no intercurso das emo√ß√Ķes e seus significados, atrav√©s da an√°lise psicol√≥gica e do desdobramento dos elementos constituintes da rea√ß√£o mental." (Dias, M.H.)

A rela√ß√£o Psicoterap√™utica favorece a tomada de consci√™ncia, nas diferentes vertentes da vida do paciente, na medida em que h√° uma partilha de ideias. Resulta exatamente da intera√ß√£o da d√≠ade, pelo resultado de sucessivas transforma√ß√Ķes, sendo que o processo interpessoal (rela√ß√£o terapeuta - paciente) converte-se no processo intrapessoal (rela√ß√£o do paciente consigo mesmo). (Vygotsky (1972)

Algu√©m que viu o desenvolvimento de matura√ß√£o da sua personalidade interrompido, ou por outro lado se desorganizou a dada altura da vida, procura no psicoterapeuta a compreens√£o emp√°tica que "acolhe" todas as suas frustra√ß√Ķes e dor desestruturante.(Quintino-Aires. J.)

Na nossa Cl√≠nica o processo psicoterap√™utico √© inspirado no Modelo Relacional Dial√≥gico (atualmente Modelo S√≥cio-Hist√≥rico), pois favorece o desenvolvimento s√≥cio ‚Äď emocional, psicol√≥gico, f√≠sico e social do paciente. Este vai sofrendo um processo transformativo a partir de sucessivas tomadas de consci√™ncia, que por sua vez levam ao auto conhecimento, articulando os fatores biopsicossociais, respons√°veis pela cria√ß√£o de estruturas ps√≠quicas.

O especialista fundamentado nesta abordagem necessita desenvolver uma consciência crítica a respeito do seu papel profissional e construir uma identidade profissional fortalecida, pois a sua actuação é interventiva e transformadora.

Intervenção na Crise

Luto, Doença Crónica,Doença Grave...

 

√Āreas de Interven√ß√£o

    • Depress√£o;
    • Ansiedade;
    • Fobias;
    • Ataques De P√Ęnico;
    • Stress;
    • Situa√ß√Ķes De Crise;
    • Doen√ßas Cr√≥nicas;
    • Perturba√ß√Ķes Do Comportamento;
    • Perturba√ß√Ķes Emocionais;
    • Dificuldades Afetivo-Relacionais;
    • Dificuldades De Aprendizagem;
    • Insucesso Escolar

 

Exame Psicológico e Diagnóstico

 - Exame Cognitivo (inteletual)

- Exame Emocional e Sócio-emocional

- Exame de Personalidade

- Exame de Orientação Vocacional-Profissional

 

 

                                                               Consulta Psicol√≥gica da Gr√°vida

       A Gravidez constitui um momento muito importante para a m√£e e que nem sempre √© vivido com a tranquilidade necess√°ria. A pensar nisso criamos a ‚ÄúConsulta Psicol√≥gica da Gr√°vida‚ÄĚ que pretende ser n√£o s√≥ uma preven√ß√£o do risco da gr√°vida vir a sofrer um dist√ļrbio psicol√≥gico como consequ√™ncia desta fase, mas tamb√©m de tratamento de algo que j√° exista e que se torne mais vis√≠vel na gesta√ß√£o, j√° que esta fase se caracteriza por altera√ß√Ķes muito profundas ao n√≠vel emocional.

 

Os cuidados pr√©-natais dever√£o em todos os casos ter um suporte da sa√ļde mental da gr√°vida, uma vez que da mesma forma que o seu corpo altera, o estado psicol√≥gico tamb√©m sofre altera√ß√Ķes.

 

O acompanhamento Psicológico à Grávida melhora não só o período de gravidez, mas também o pós-parto e potencia uma aprendizagem profunda no papel tão importante desempenhado pela mulher que é ser MÃE.